Política

Paulo Corrêa mantém Assembleia em home office até dia 17

Preocupada com a saúde e a integridade física de servidores, parlamentares, funcionários terceirizados e os mais de 50 mil cidadãos que visitam mensalmente a Casa de Leis, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) decidiu, nesta terça-feira (31), prorrogar o prazo de suspensão das atividades até o próximo dia 17 de abril.

No ato que estendeu a quarentena, o presidente da Casa de Leis, deputado Paulo Corrêa (PSDB), destacou que a medida segue recomendações do próprio ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM) e da Organização Mundial de Saúde (OMS), que salientaram que o isolamento social se mostrou, por ora, a mais importante ferramenta de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). Em âmbito estadual, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já adotou mais de 50 medidas para evitar a proliferação e minimizar os impactos da doença.

Nesse momento de combate a essa pandemia, a vida humana vem em primeiro lugar. Para tanto, temos que estabelecer medidas aptas a evitar contaminação e restringir os riscos, mas sem deixar de prestar serviços necessários ao Estado e à população”, destacou o presidente da ALEMS.

A medida publicada estabelece que, durante o período de suspensão das atividades, a Casa poderá realizar sessões extraordinárias, da mesma forma como foi feito no último dia 20 de março, na inédita sessão virtual que aprovou o estado de calamidade pública em Mato Grosso do Sul.

Tags